domingo, 22 de março de 2009

♫ 'Que não há tempo que volte amor ... ' ♪

Naquela sessão de sábado a noite, quando a vida social está cada dia mais precária, assisti um filme super hiper mega lindo: 'O estranho caso de Benjamin Button'


Benjamin Button tem uma característica incomum: nascido com oitenta e poucos anos, ele rejuvenesce a cada dia que passa. Ainda assim, é um homem como qualquer outro, que não pode parar o tempo e precisa percorrer seu caminho, vivendo a sua história ao lado das pessoas que conhece e os lugares que freqüenta durante a sua jornada. Mas sua história é, principalmente, sobre o amor, e a dificuldade de estar ao lado de uma bela mulher, que envelhece enquanto ele fica mais jovem a cada dia.
O romance, como todo romance de filme é lindo. hehehe !
Mas o jogo de tempo, o jogo de 'se' do filme foi o que me chamou mais atenção.
Eu ja me acostumei com idéia de que não posso controlar o que já aconteceu.
Posso controlar o que está por vir. São as minhas ações hoje que serão refletidas amanhã. Os dias passam tão rápido que quando percebemos o dia já acabou, a semana já se foi, o mês, o ano.
O tempo passa. Mas temos o poder de fazer ele parar. (mesmo que continue a passar).
São nos momentos em que nos permitimos ser feliz. E nos momentos que fazemos o outro feliz e deixamos que ele faça o mesmo. É kairótico.. é deixar que tempo pare, que ele consiga ser intenso.
Nada de que querer inventar a máquina do tempo, de voltar no tempo e fazer diferente. Pq o hoje vai ser diferente.
Hoje, precisamos nos permitir sorrir mais, dançar mais, valorizar quem está ao lado, perder o controle (de vez enquanto), espalhar alegria, abraças as oportunidades. Ninguém consegue ser feliz adiando a felicidade, não adianta fugir dos problemas. Esqueça deles pelo menos um dia, aprenda o que tiver que aprender e enfrente. Enfrente os medos, alimente os sonhos...
E principalmente agradecer. Porque as coisas mais importantes não se pode ver...
Sorte de hoje: Não conte cada hora do dia. Faça cada hora do seu dia valer a pena


Ao som de Tempos Modernos
Lulu Santos

Um comentário:

João disse...

Fazer valer a pena Sarinha
É isso !
Não tão simples quanto parece, mas simples !
Gostei da parada aqui
auhauhaahuahuahauahua

bjao linda