quarta-feira, 19 de maio de 2010

Ela precisa de paciencia

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára...


Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...


Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...


O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós 

Um pouco mais de paciência...

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...

A vida não pára...
(Paciencia - Lenine) 
E quanto mais a vida exige dela, menos parece que quer dar.
Enquanto a vida parece consumir, ela vai levando tudo devagar, fingindo ter paciencia ..
Mudar?
Enquanto ela pensa nisso tudo, a vida não pára.
E do mesmo jeito que a vida não pára, ela quer que as coisas aconteçam na mesma velocidade. 
Ela finge ter paciencia.

2 comentários:

Carol disse...

Essa música do Lenine é realmente profunda. Adoro!

As vezes é necessário parar um pouco pra respirar, pra admirar as coisas ao nosso redor, fazer aquilo que nos agrada.
"A vida é tão rara" então vamos desfrutar desse sabor sem pressa, apreciando tudo que nos foi concedido.

Beijos

Memórias de um excluído disse...

Você acredita que estava buscando uma foto para colocar em um post do meu blog e acabei achando essa foto perfeita... Só que quando eu percebi que era de um blog decidi olhar a postagem em que estava a imagem, e vc acredita que é a mesma coisa que eu decidi postar?
A música de Lenine "Paciência".
Pois me deu uma vontade de escutar ela durante a madrugada, e decidi dividir com alguns colegas que lêem meu blog.
Sinceramente, eu gostei muito do seu blog. O Desing, a forma que comentou essa postagem, entre outras coisas.
Se me der licença, irei pegar a imagem pra publicar em meu blog. Mas eu irei citar a fonte (com certeza) e a coincidência.
Parabens!
^^