segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ah, a vida é uma festa..

Não sei quando, nem como deixei de ser criança. Um dia aconteceu !
Quando era criança, queria ser adulto e ter carro, casa, marido e muitas viagens ! Sapatos de salto alto,bolsas,  brincos e maquiagem ! Sair e chegar a hora que eu quisesse, assistir os filmes que a minha mãe não deixava eu assistir, morar sozinha, e lá lá lá !
Só que eu esqueci que com tudo isso veio as responsabilidades, as cobranças, as dúvidas, a falsidade, o limite fisico, sofrimentos, perdas, problemas emocionais. Não tem tanta graça mais ver aquele filme, o sapato machuca muito, a maquiagem estraga o rosto, o amigo está mais cansado, outros foram embora.. E ir pra 'escola' não é mais a única obrigação. E ai de repente vc percebe que eu cresci ( na idade.. o tamanho nem tanto.. haha)

Isso não é ruim ! Somos mais livre, embora dependentes do aconchego da familia, perdemos medo do bicho papão. Mas perdemos muitoo da sensibilidade, aquele olhar ingenuo, sincero, bondoso.. O olhar colorido, mágico, que pode comer chocolate, de ter um bichinho de pelucia dar nome pra ele e todo dia dormir abraçadinho e ter um bichinho de estimação e saber que ele te entende sempre ! Que sonha, que inventa histórias, que tem a risada mais gostosa !
Um dia a responsabilidade me tornou adulta ! Mas que eu continue a olhar o mundo com o olhar da criança, que vê a bondade e que continua a sonhar e saber que pode tornar realidade... 

Ah, a vida é uma festa! É surf, é praia é verão é buggy na areia, é voar num balão. Ah, a vida é uma festa, é luz do sol é sabor é cor do sorvete e recheio de amor! 

6 comentários:

Déia disse...

ai ai... ser adulto é tão chato...

Quero voltar a ser criança...sem responsabilidade, sem problemas, sem falta de grana... Aff..

bjinho

EDUARDO POISL disse...

Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

"O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
Abraços com muito carinho

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Obrigada pela visita querida, sinta se a vontade pra voltar quantas vezes quiser. Me identifiquei muito com esse post, qd eu era criança eu tb ansiava muito pra ser adulta, principalmente pra namorar, mas junto, veio um montão de coisas, e as vezes cansa né, bjinho

Vanessa disse...

Mas é assim mesmo Sariinha,quando a gnt é uma coisa, quer outra.. e depois que tem, quer voltar a ter o que tinhaa antes. O melhor mesmo é viver cada momento! Pq cada um é uniico!!

beeijo, Linda

Debora disse...

Esses dias eu estava pensando...que saudades da minha infância, da pureza, da ingenuidade infantil que há tanto tem se perdido! ;(

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Não sei pq vc tem que fazer uma visita no hospital (seria muito indelicado perguntar o porquê?) De qualquer forma, n fique com medo, pode não parecer, mas é tranquilo...Mas qual é seu momento querida? Não está claro pelo blog...e desculpe se estou sendo invasiva...